Home / Dicas / AEJ Emagrece, Efeitos, Benefícios, Resultados, Antes e Depois…
AEJ benefícios e efeitos no corpo

AEJ Emagrece, Efeitos, Benefícios, Resultados, Antes e Depois…

AEJ Emagrece, Efeitos, Benefícios, Resultados, Antes e Depois…
Avalie esse Post. \\\\o/

À primeira vista, parece não fazer sentido. Exercitar-se logo pela manhã com estômago vazio e o corpo deve queimar mais gordura. Afinal, sem a ingestão de alimento por 8 a 12 horas, o indivíduo está em estado de jejum. Com as reservas de glicogênio esgotadas e níveis baixos de insulina pela manhã, o corpo tem que recorrer a outras fontes de energia, como a gordura, buscando energia através do treino. O cardio em jejum ou AEJ é uma técnica que tem aparecido pelos anos na comunidade de musculação, e que está ganhando popularidade entre os freqüentadores regulares de academia e até os atletas de resistência.

AEJ Emagrece? Acelera a Queima de Gordura?

Os aeróbicos em jejum (AEJ) são um protocolo comum entre os fisiculturistas, especialmente na preparação para competir quando precisam se inclinar o quanto possível antes que caminhem no palco. Algumas celebridades também se dedicam a esta técnica para se preparar, às fotos ou evento em tapete vermelho.

O AEJ é bom para emagrecer e queimar gordura? A resposta é sim, e a resposta é também não. É eficaz, mas não é sustentável. Alguns estudos descobriram que o exercício em jejum pode queimar quase 20% mais gordura, comparado com exercício em que a pessoa está alimentada.

AEJ benefícios e efeitos no corpo

Leia também: L-Carnitina Emagrece mesmo? Saiba tudo!

O motivo, uma vez que as pessoas comem, a insulina aumenta no corpo, que regula a quebra da gordura. Segundo pesquisa, maiores níveis de insulina foram mostrados a suprimir o metabolismo da gordura em até 22%.

No entanto, a pesquisa demonstrou que o cardio em jejum não aumenta a queima da gordura em um período de 24 horas. Enquanto os músculos se adaptam ao uso de mais gordura quando se exercita, o indivíduo não perde realmente mais gordura no geral em dias que se exercita contra os dias que não se exercita.

Outro estudo sugere que ingerir carboidratos antes de treinar aumenta o efeito “pós-queima” do pós-exercício, mais do que o estado de jejum. Isso significa mais calorias queimadas ao longo do dia, não apenas durante a sessão de treino.

Primeiro de tudo, a segurança. Se há curiosidade sobre correr em jejum, certificar-se de não ir sozinho. Há exemplo de método cardio em jejum aplicado com pessoas por um curto período de tempo e dentro de ambiente controlado. A recomendação é que o cardio em jejum não deva ser usado a menos que a pessoa esteja sendo orientada pelo nutricionista, profissional de treino de força e um profissional médico.

Treinos com Glicogênio Esgotado

Além da musculação e emagrecimento das celebridades, os atletas de resistência começaram a recorrer aos treinos com glicogênio esgotado também. Para evitar complicações durante uma corrida, os atletas esperam seus corpos se adaptarem aos baixos níveis de açúcar no sangue por queimar gordura.

O exercício ocasional cedo pela manhã sem o combustível foi apontado a aumentar o volume de oxigênio máximo e a concentração de glicogênio encontrada em músculos quando em repouso.

Enquanto as corridas em jejum podem adaptar o corpo a mais eficientemente queimar gordura como combustível, elas não ajudaram os atletas a emagrecer ou melhorar seu condicionamento aeróbico ou resistência durante os estudos. Além disso, os corredores ainda precisam praticar o abastecimento durante os treinos para adequadamente se preparar por ingestão nutricional em um dia de corrida.

Atenção com a Prática do AEJ

Enquanto o cardio em jejum pode transformar o corpo em uma máquina eficiente de queima de gordura, existe alerta. É possível forçar o próprio corpo a queimar uma porcentagem maior de gordura do que carboidratos, mas o mais importante é se perguntar sobre se beneficiar como atleta.

E até agora, a resposta é não. Para a maioria das pessoas, esta pequena mudança não traduzirá em mudanças de gordura no corpo e benefícios de desempenho em longo termo. Ao acordar pela manhã, o corpo está em um estado catabólico devido aos altos níveis de cortisol, o hormônio associado com estresse.

Leia também: Emagrecedor Desodalina – Uma alternativa na perda de peso! 

Isso significa que o corpo está preparado para quebrar moléculas para energia. Mas ao ficar neste estado por muito tempo, pode levar à degradação de tecido corporal, incluindo músculos, e uma diminuição na saúde geral.

Se não comer, não terá energia para treinar em capacidade total. Se estiver com estômago vazio, a pessoa entrará em uma fase de quebra grande depois do treino. Na realidade, a pesquisa mostrou que lidar com os pesos sem o combustível pode levar à quebra de músculo.

A recuperação destes tipos de treinos pode ser muito longa e não tão agradável. Para alguns, a preferência seria se alimentar adequadamente e dar a si a melhor chance de recuperação. O retorno sobre o investimento, para alimentação adequada, retornará em como a pessoa se sente durante o treino, como se recupera, e durante o longo prazo.

Comer ou Não Comer?

Se comer antes da sessão pela manhã na academia não funcionar com a agenda ou estômago, não há problema. Apenas ter atenção com os efeitos colaterais em potencial como tontura ou náusea. E se realmente houver interesse em melhorar o desempenho atlético ou perder gordura, certificar-se de se perguntar, “não estou comendo antes do treino, mas estou comendo ao longo do dia?”.

Verificar a própria dieta e reduzir as calorias. Fazer algumas mudanças na alimentação geral. Alimentar o sistema completo ajudará a aumentar o nível de intensidade durante um treino, portanto, recrutando mais ativação muscular e aumentando o metabolismo para o dia todo.

Por Que o AEJ Pode Levar o Programa de Exercício a Outro Nível?

De modo geral, o exercício e jejum elevam o estresse oxidativo, que realmente beneficia o músculo. O estresse oxidativo agudo é essencial para manter a maquinaria muscular ajustada.

Tecnicamente, o estresse oxidativo agudo faz o músculo cada vez mais resistente ao estresse oxidativo, isso estimula a produção de glutationa e superóxido dismutase, o primeiro antioxidante mobilizado pelas células para defesa, na mitocôndria, além de aumentar a capacidade muscular para usar energia, gerar força e resistir à fadiga.

Portanto, o exercício e o jejum ajudam a combater todos os principais determinantes do envelhecimento muscular. Mas há algo mais sobre o exercício e jejum. Quando combinados, eles desencadeiam um mecanismo que recicla e rejuvenesce o cérebro e tecidos musculares.

O mecanismo é desencadear genes e fatores de crescimento, incluindo fator neurotrópico derivado do cérebro, e fatores reguladores musculares, que sinalizam as células-tronco do cérebro e células musculares satélites a converter em novos neurônios e novas células musculares, respectivamente.

Isso significa que o exercício enquanto no jejum pode realmente ajudar a manter o cérebro, neuromotores, e fibras musculares biologicamente jovens. O efeito combinado do jejum intermitente e exercício de baixa intensidade, este pode ir além de ajudar a queimar mais gordura e perder peso, pode ajudar a retornar o relógio biológico no músculo e cérebro. E impulsionar o hormônio do crescimento, melhorar a composição hormonal, melhorar a função cognitiva, impulsionar testosterona, prevenir depressão.

O AEJ promove quebra muscular junto com a remoção de proteínas quebradas e células danificadas para reciclagem. No entanto, para rejuvenescer completamente o músculo, é necessário conceder a regeneração de novas células musculares.

E é onde o exercício de baixa intensidade entra. Ativa o mecanismo que converte células satélites musculares em novas fibras musculares. E visa os neuromotores rápidos e ajuda a manter as fibras musculares rápidas intactas.

Recomendados Para Você:

Sobre Rodrigo

Você também pode Gostar:

Refeição Pós Treino - O que devo comer

Refeição Pós Treino – O que devo comer depois do treino?

Refeição Pós Treino na Musculação - O que devo comer na Refeição Pós Treino de musculação, quais suplementos devo tomar, a Refeição Pós Treino para emagrecer é igual, saiba tudo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *