Hambúrguer x Pizza
Hambúrguer x Pizza - Qual mais saudável para minha Dieta de Emagrecimento

Hambúrguer x Pizza – Qual o mais saudável para minha Dieta?

Hambúrguer x Pizza São dois pratos desejados e consumidos todos os dias com inúmeras variações de recheios, ingredientes e temperos, que deixam o sabor ainda mais irresistível. Segue minha opinião como nutricionista acerca do valor nutricional de ambos, quando consumidos em UMA refeição livre na semana.

O HAMBÚRGUER:

Alimento rápido, prático e pode ter ótimo valor nutricional a depender da maneira como é confeccionado e ingredientes utilizados no preparo.

Tipos de hambúrgueres:

O industrializado (encontrado em mercados), os semi-prontos (em redes de fast food) até chegarmos aos hambúrgueres gourmet (nas hamburguerias artesanais) e aos caseiros. O artesanal é menos “nocivo” em relação à qualidade e ao frescor quando comparado aos anteriores. Isso se dá pelo fato do hambúrguer artesanal ser feito com carnes frescas e de diferentes cortes, o que confere proteína de melhor valor biológico e menor adição de sódio ou nitratos para conservação da carne. O mesmo pode acontecer com o caseiro, se a carne seguir os mesmos padrões acima.

O pão do hambúrguer normalmente é feito de farinha de trigo com algumas variações (pão preto, pão de pimenta biquinho, pão árabe, etc). A farinha branca possui alto índice glicêmico e calorias vazias entre outros fatores, mas pensando no conjunto pão + carne posso afirmar que esse carboidrato não causará diferença significativa na curva glicêmica, pois a proteína e a gordura da carne diminuem o processo digestivo reduzindo a velocidade de absorção deste carboidrato. Se adicionarmos uma fatia de queijo reduziremos ainda mais esse valor.

Você também pode gostar: Dia do Lixo, Como fazer da Maneira Correta? 

Falando em queijo, é preciso observar que em sua maioria são processados com significativo teor de sódio e, dependendo da marca, podem ser adicionados de corantes artificiais para deixá-los com aparência mais agradável ao consumidor.

O valor calórico do hambúrguer é muito relativo, pois dependerá dos ingredientes na sua confecção. Em termos gerais a distribuição de macronutrientes pode ser: lipídeos (25% – 50%), proteínas (30% – 55%) e carboidratos (20% – 35%). Podemos inserir o hambúrguer na dieta?

Sim, desde que seja feito com cortes de carnes magras como patinho ou alcatra. No lugar do queijo podemos optar por aqueles de melhor valor nutricional (quando comparado ao cheddar, por exemplo) como ricota com especiarias ou queijo minas sem sal e, dependendo do plano dietoterápico, pode ser usado pão integral de hambúrguer.

A PIZZA:

Um dos pratos prediletos dos brasileiros, seja para conversar com amigos, comemorar aniversários em rodízios, entre outros. Pode ser definido por uma massa de farinha branca adicionada de molho de tomate (com queijo ou não) e as combinações de ingredientes são quase infinitas.

Vamos analisar a pizza clássica de presunto ou portuguesa. Verificando a combinação de ingredientes podemos chegar à conclusão que é um alimento pesado e desequilibrado nutricionalmente, pois na composição dos exemplos acima temos farinha branca, queijo, presunto, calabresa, azeitonas, ovos (praticamente gema) e algumas pessoas adicionam azeite ou Ketchup aumentando ainda mais o péssimo valor nutricional. Uma combinação de gordura saturada em excesso, farinha branca e sódio dos embutidos.

Sem dúvida é um alimento delicioso, porém no meu ponto de vista, um dos piores nutricionalmente falando para quem está em processo de emagrecimento. O “estrago” pode ser diminuído se optarmos por uma pizza de atum ou “margherita” e por massas mais finas.

Um ponto fraco deste prato quando comparado ao hambúrguer é o pequeno valor proteico (praticamente zero comparado aos outros macronutrientes). Em linhas gerais podemos dividir os macronutrientes de uma pizza em: lipídeos (35% – 50%), carboidratos (40% – 70%) e proteínas (10% – 25%).

Podemos inserir a pizza na dieta?

Sim, é possível, porém é necessário fazer substituições nos ingredientes como, por exemplo, substituir a farinha branca por farinha de linhaça ou 50% de farinha de aveia mais 50% de farelo de aveia para a massa. Para o queijo é interessante substituir por queijo minas frescal sem sal ou tofu (para veganos).

Dentre os recheios optar por frango desfiado, atum faz bem incluir, sardinha e outros alimentos com teor nutricional apreciável, lembrando que o molho deve ser feito com tomates in natura para preservar as propriedades nutricionais e reduzir o teor total de sal.

Vemos, portanto, que a pizza é um alimento nutricionalmente desequilibrado (pouca proteína) e deve ser consumida em momentos pontuais. O ideal é sempre optar por fazer a pizza em casa para ter certeza da procedência dos ingredientes, além de ficar a seu critério a distribuição dos macronutrientes.

Afinal, qual melhor HAMBÚRGUER x PIZZA?

Hambúrguer x Pizza
Hambúrguer x Pizza – Qual mais saudável para minha Dieta de Emagrecimento

Na comparação hambúrguer x pizza o mais equilibrado nutricionalmente é o hambúrguer (em linhas gerais).

Davor – Nutricionista

Check Also

Ginseng é bom

Ginseng emagrece, o que é, benefícios, como tomar, preço

Ginseng emagrece mesmo, quais benefícios essa raiz trás a saúde, como tomar, bula, Ginseng Panax funciona, preço e onde comprar?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *