Melhores Suplementos para Mulher Ganhar Massa Muscular – Os 7 Melhores!

Os suplementos podem oferecer a vantagem extra para queimar gordura e ganhar músculo magro mais rápido. Um regime de treino bom e pesado é a única forma de conquistar um corpo perfeitamente magro, e libera todas as endorfinas que geram sensação prazerosa depois.

Mas, para todas as estimativas, um programa sólido nutricional representa em torno de 80% dos resultados. O que não se leva em conta é o poder dos suplementos.
Ao acrescentar elementos críticos à dieta, são superados os ganhos de músculo magro, acelerada a perda da gordura e melhorada a saúde geral. Na seqüência são apresentados os 7 melhores suplementos para mulher ganhar massa.

Melhores Suplementos para Mulher Ganhar Massa – Os 7 Melhores!

1- Whey Protein

O whey protein é uma das 2 proteínas do leite. A principal característica do whey é sua digestibilidade. Uma vez no corpo, quebra rapidamente, enviando rapidamente seus aminos para o tecido muscular.

Isso é benéfico porque há certos momentos do dia, pela manhã, antes e depois dos treinos, quando as proteínas do alimento integral magro que são normalmente recomendados, os ovos, peito de frango, bife magro, peixe, digerem muito lentamente para ser eficaz.

Mas, o whey não entrega apenas proteína. E contém peptídeos, os fragmentos de proteína, que foram sugeridos a ajudar aumentar o fluxo sanguíneo aos músculos, que é particularmente útil antes dos treinos, para que os músculos possam receber mais oxigênio, nutrientes e hormônios quando eles precisam.

A dica de ingestão é consumir 20 gramas de whey protein, misturado em água, primeiro após despertar, dentro de 30 minutos antes dos treinos, e outras 20 gramas dentro de 30 minutos após treinar. E é possível sempre ter uma colher como um lanche entre as refeições.

2 – BCAAs

São os 3 aminos, isoleucina, leucina e valina, que compartilham uma estrutura molecular ramificada. A estrutura única dos BCAAs os oferece certas propriedades únicas, todas das quais têm benefícios físicos. Os BCAAs podem ajudar a aumentar a duração dos treinos, eles podem ser queimados como combustível pelo tecido muscular, e podem realmente ajudar a reduzir a fadiga muscular induzida pelo exercício.

Os BCAAs estão também intimamente envolvidos na criação do novo tecido muscular, como blocos de construção e como construtor. A leucina, em particular, promove a síntese de proteína, que é o processo pelo qual o músculo cresce.

Os BCAAs podem também ajudar a aumentar os níveis de hormônio do crescimento, reduzir cortisol, e aumentar níveis de insulina, o hormônio anabólico que é fundamental para reabastecer o tecido muscular com nutrientes após treinos. Para ingestão, usar de 5 a 10 gramas de BCAAs com shakes de pré-treino e pós-treino.

3 – Glutamina

A suplementação da glutamina é grande sucesso entre os atletas. E sobre a dúvida se pode ser indicada ainda aos indivíduos que fazem exercício regularmente, de 3 a 4 vezes semanalmente, a resposta é que sim. A suplementação com glutamina vai promover disponibilidade maior desse aminoácido em fase pós-estresse do exercício físico, a minimizar risco da lesão do músculo, com melhora da recuperação depois do treino.

E quanto maior a intensidade e duração do exercício, maior vai ser o benefício da suplementação. A dose de recomendação para consumo, no geral, é de 10 a 15 gramas por dia. Tal dose deve ser individualizada e com prescrição pelo profissional capacitado.

A sugestão é utilizar 5 gramas depois do treino e 5 gramas anteriormente a dormir. Em pós-treino, a indicação é fazer combinação de glutamina com carboidrato de absorção rápida, que vai estimular a liberação da insulina, com facilidade para entrada da glutamina à célula muscular.

No sono, o prolongado jejum faz com que o organismo use os estoques da energia e adentre no catabolismo. A glutamina utilizada anteriormente a dormir possui função de proteção da massa muscular. As doses maiores podem ter indicação aos atletas de performance alta, no entanto, sempre com orientação multidisciplinar, do educador físico, médico e nutricionista.

4 – Proteína Caseína

A caseína é uma das 2 proteínas do leite. Embora venham do mesmo lugar, whey e caseína não poderiam ser mais diferentes. A caseína é extremamente lenta para digerir, o que significa que oferece um fluxo constante de aminos ao longo de um período de várias horas.

Isso a torna ideal para certos períodos de tempo, como antes de dormir, quando o corpo está prestes a seguir sem alimento por 7 a 8 horas. Na realidade, um estudo realizado por Weider Research Group descobriu que quando os indivíduos ingeriram proteína de caseína antes de dormir, eles ganharam mais músculos do que aqueles que ingeriram caseína pela manhã.

Outro estudo descobriu que quando indivíduos consumiram uma mistura de whey e caseína depois dos treinos, eles tiveram crescimento muscular melhorado como comparado com indivíduos que ingeriram apenas whey. Para usar, ingerir 20 gramas da caseína logo antes de dormir. Além disso, considerar combinar 10 gramas da caseína com 10 gramas de whey no shake pós-treino.

5 – Arginina

A arginina se caracteriza auxiliador em eliminar gordura ou perda da gordura do corpo. E a mesma ainda ajuda em aumentar massa magra, os músculos, assim como torna maior a resistência física e força muscular.

A arginina pode auxiliar as pessoas que querem emagrecer, já que estimula a produção do óxido nítrico, que possui afinidade pela gordura, contribuindo para mobilização da gordura de modo mais eficiente.

A função principal de arginina se resume saúde muscular, já que a oxigenação de células tem intensificação. É como se a mesma melhorasse oxigenação de células, por meio de síntese do óxido nítrico, pois a arginina se mostra fonte do nitrogênio.

A arginina ainda gera ganho muscular, porque existe aumento de síntese do nitrogênio, proteína que vai promover ganho da massa magra, músculos. Com aumento dos músculos, se tem aumento de gasto de caloria, e assim também queima maior das gorduras e calorias.

A arginina com uso oral é de modo fácil encontrada nas lojas de suplementos, porém, o ideal é ingeri-la somente com orientação profissional. A recomendação é que a dose tenha estipulação segundo cada indivíduo.

Pode-se tomar uma de manhã, e outra dose em pós-treino. A ingestão deve ser orientada pelo nutricionista ou médico. Uma pessoa que se alimenta adequadamente já faz consumo na média, de 5 a 6 gramas da arginina diariamente. As indicações aos praticantes das atividades físicas ou atletas podem apresentar variação entre 50 mg a 20 g diariamente, e devem ser com orientação pelo profissional.

6 – Albumina

Às pessoas que procuram aumentar massa muscular, a albumina gera vários benefícios, e pode se mostrar opção excelente. De valor biológico alto, caracterizada por ser de absorção boa e lenta, sem contar, rica nos aminoácidos, a albumina era a proteína de maior procura em mercado, até ser criado o whey protein.

Possui aminoácidos, vitaminas B12 e B, e minerais, sendo exemplo o zinco e manganês. Pode ser notada em determinados alimentos, o leite e ovo são exemplos, além de ter presença no sangue humano, onde tem produção por fígado.

Para venda, a albumina geralmente é extraída de clara do ovo, onde tem presença em quantidade grande. Para aproveitar de modo completo dos benefícios de tal proteína, deve-se entender de forma exata como ingerir albumina.

Considera-se a dose recomendada, período e tipo de albumina que é ingerida. Os suplementos de albumina têm obtenção por meio de desidratação de clara do ovo, com possibilidade de ser usada por qualquer indivíduo que possua hábitos saudáveis, com alimentação balanceada e que pratique atividades físicas.

A albumina pode ser adicionada nas receitas e shakes, o que vai facilitar seu consumo, considerando que tem derivação do ovo e possui sabor e cheiro próprios deste alimento. Por ter absorção lenta, a albumina é indicada aos períodos longos do jejum.

Ao considerar isso, a recomendação é consumir albumina anteriormente a dormir, a evitar catabolismo muscular no sono, ou logo após despertar. Não é muito indicada em pós-treino como o whey protein, que tem absorção mais veloz, no entanto, também pode ser utilizada após o treino.

A quantidade indicada é apontada em rótulo do produto, sendo que, geralmente, consta a quantidade de 2 colheres de sopa, aos 200 ml da água, leite ou suco, sendo ideal. A quantidade que será ingerida da albumina vai depender dos objetivos que se tem.

Normalmente, praticantes da musculação são as pessoas que mais ingerem albumina. O mais geral é utilizar de 20 gramas a 30 gramas das proteínas, com proveniência da albumina, em porção.

7 – Creatina

A creatina é um composto semelhante ao aminoácido que ocorre naturalmente no tecido muscular. A função mais básica da creatina é ajudar os músculos a criar energia rápida durante o exercício. Ingerir suplementação de creatina pode ajudar a aumentar a quantidade de energia que o corpo tem para aproveitar, suportando a maior resistência e força.

O composto também atrai água nas células musculares, aumentando seu tamanho e causando um alongamento que pode gerar crescimento. Para utilizar, ingerir de 2 a 5 gramas da creatina, dependendo da forma que usar, antes e após treinos com shakes de pré-treino e pós-treino.

É um mito que a creatina não é segura para mulheres. Em primeiro lugar, é importante destacar que a creatina não é de forma alguma, um esteróide anabólico. E possui mais dados sobre segurança e eficácia, do que os suplementos populares de mulheres como carnitina e glutamina.

Algumas pessoas acreditam que a creatina possa causar dano no rim ou mesmo insuficiência hepática. Nas centenas de estudos feitos sobre a segurança da creatina, nenhum mostrou que a creatina apresenta qualquer tipo de risco para saúde.

Não apenas a creatina é considerada segura para ingestão, o corpo realmente a produz. Além disso, a pessoa provavelmente a consome na dieta sem mesmo saber. Ao comer carne ou peixe, então está consumindo creatina. O suplemento de creatina com dose adequada é perfeitamente seguro para as mulheres.

Sobre Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *