Ocitocina Bula, o que É, Como Tomar, Efeitos, Preço e Onde Comprar

Uma substância química especial no corpo, chamada ocitocina, ajuda a gerar a sensação de se apaixonar. Às vezes referida como o hormônio de “esquecer de si mesmo”, a ocitocina desempenha um papel importante no nascimento, lactação, ligação e orgasmo.

Ela pode agir como um pára-choque psicológico. A natureza conectou homens e mulheres a vivenciar uma onda dessa substância, ou várias, durante momentos de ligação um com o outro ou seus filhos.

Ocitocina bula, o que é, como tomar, efeitos, preço e onde comprar

 

A ocitocina naturalmente aumenta a sensação de:

  • otimismo
  • confiança
  • domínio
  • auto-estima

Leia também: Testosterona o que é, como aumentar, efeitos, gel, alimentos…

Essa Substância Beneficia Outros Sistemas no Corpo

Durante o parto, tanto o feto como a mãe liberam essa substância. Não apenas a ocitocina aumenta a experiência de ligação, também estimula as contrações uterinas. Esse é o motivo de a ocitocina sintética, também chamada de pitocina, seja dada durante o trabalho de parto.

E pode promover o parto ou acelerar as contrações. Infelizmente, Ela, na forma sintética, ou até uma epidural pode interferir com a regulação natural dessa substância que a mãe e o bebê vivenciam durante o parto e após o nascimento.

Tanto quanto aumentar a ocitocina a relação de mãe e filho, pode também ajudar a gerar um forte vínculo entre os parceiros românticos. As pessoas vivenciam uma onda de ocitocina durante o orgasmo. Palavras gentis ou um toque gentil podem também gerar níveis de ocitocina, aumentando a experiência do que as pessoas identificam como amor e confiança.

Quando o Corpo Não Pode Produzir essa Substância

Infelizmente, há situações na vida quando os níveis de ocitocina abaixam muito, ou pior, nunca elevam à superfície. Alguns exemplos são:

1 – Transtorno de Estresse Pós-Traumático. Aqueles com este transtorno estão em um constante estado de ansiedade e medo. Esta ansiedade pode culminar quando assustado ou em situações desencadeantes. E foi descoberto que a ocitocina reduz a ansiedade de fundo naqueles com o transtorno. Embora a ocitocina possa reduzir a ansiedade após trauma, não afeta a memória real do trauma.

2 – Trauma Infantil. O trauma durante a infância pode afetar os níveis de ocitocina por anos, décadas, ou até pela vida toda. Este tipo de trauma pode variar desde abuso grave durante a infância, a um divórcio entre os pais. Quando o trauma durante a infância ocorre, o corpo e mente se envolvem em um mecanismo de defesa adaptativo que reduz os níveis de ocitocina. Este tipo de programação é um mecanismo de sobrevivência. E pode afetar os relacionamentos e até a saúde física.

3 – Transtorno do Espectro Autista. Em certos casos de autismo, o local receptor para ocitocina é geneticamente não disponível. Quando a ocitocina não tem lugar a ir, não pode fazer seu trabalho. Às vezes naqueles com o transtorno, a produção de ocitocina é também drasticamente baixa.

Como o Hormônio do Amor Afeta a Digestão

Dr. Michael Gershon, autor de The Second Brain e presidente do departamento de anatomia e biologia celular em Columbia University, descobriu que muitos de seus pacientes que surgiram com distúrbios intestinais crônicos têm um histórico de trauma infantil.

Segundo Gershon e outros no seu campo, o cérebro na cabeça compartilha uma conexão única com o cérebro no intestino, ou o “segundo cérebro”. Isso é porque o trato gastrointestinal é cheio de redes de células nervosas, chamadas de sistema nervoso entérico.

O sistema nervoso entérico ajuda a regular o comportamento, bem como o cérebro que pertence ao sistema nervoso central. Quando Gershon apresentou pela primeira vez a teoria que o trato gastrointestinal é na realidade, o “segundo cérebro”, equipado com neutrotransmissores e a capacidade para controlar o comportamento, seu conceito foi principalmente ridicularizado.

Agora, no novo campo de neurogastroenterologia, os cientistas estão descobrindo as muitas maneiras que o cérebro e o intestino influenciam um ao outro. Por exemplo, a serotonina é o neurotransmissor que é responsável por uma sensação de felicidade e bem-estar. É principalmente produzido no intestino. Na realidade, as células que alinham a parede intestinal produzem aproximadamente 95% da serotonina total do corpo.

Leia também: Tribulus Terrestris é bom para mulher?

Como a serotonina, Gershon determinou que ocitocina influencia o que acontece no sistema digestivo, assim como influencia o que ocorre no cérebro. Em um estudo de 2010, Gershon descobriu que ocitocina arrefece a inflamação gastrointestinal.

A inflamação intestinal pode não apenas causar desconforto abdominal, mas pode também contribuir para transtornos mais graves que envolvem o sistema imunológico, como:

  • sensibilidades alimentares
  • doenças auto-imunes
  • infecções sistêmicas como candidíase

O que É Bom para Um Cérebro é Bom para o Outro

Foi descoberto que até pequenas expressões de apoio entre membros familiares e amigos estimularão a liberação de ocitocina. O que isso significa é que o amor, confiança, sinceridade, e toque sincero podem realmente levar o corpo a se curar em um nível físico. Quando os níveis dela são estáveis e elevados, o corpo físico se beneficia tanto quanto a mente.

– Ela reduz os níveis de cortisol no corpo e reduz a pressão arterial
– Ocitocina e o local receptor para Ela foram descobertos no trato intestinal
– A ocitocina melhora a mobilidade intestinal e reduz a inflamação intestinal

Repara a Função Intestinal e Naturalmente Desenvolve Níveis de Ocitocina no Corpo

Porque Ela e seus receptores são encontrados no trato gastrointestinal, curar o intestino é uma parte essencial de qualquer programa pensado a curar trauma mental e emocional.

Isso significa dar pequenos passos para aumentar a energia física enquanto gentilmente desintoxica os múltiplos sistemas no corpo. Uma das melhores formas para conseguir isso naturalmente e facilmente é por corrigir a digestão com alimentos fermentados e bebidas probióticas.

O produto Ocitocina 60 Cápsulas, em pesquisa online feita em setembro de 2017, apresentou preço promocional de R$ 64.35 (Oficial Farma). A posologia deste produto indica tomar 1 cápsula de 12 em 12 horas.

Sobre Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *