Sal Rosa Himalaia – Benefícios, para que Serve, Preço, Como Usar

O Sal Rosa Himalaia tem extração das minas salinas com localização pelas montanhas do Himalaia. Mesmo estando em montanhas, o mesmo tem origem marinha, uma parte do oceano aprisionada na rocha em convulsões responsáveis por ter sacudido o planeta nos primórdios dele.

Esse mar foi cristalizado nas camadas do sal, e reservado durante milhões de anos pelas profundezas de montanhas, revestido pela neve, lava e gelo, o que fez protegê-lo em relação à poluição moderna.

Assim, o sal rosa do Himalaia é determinado o sal de maior pureza da Terra. E tem extração de modo manual, não passa por qualquer processamento, é apenas empacotado e apresentando no mercado. Trata-se de sal gourmet, sendo diferenciado o sabor, e a coloração rosa atraente é conferida pelo conteúdo único em relação aos minerais.

Sal Rosa Himalaia benefícios, para que serve, preço e como usar

Sinergia dos Minerais

Do mesmo modo que minerais e vitaminas se encontram em sinergia perfeita embalados nos vegetais e frutas, no Sal Rosa Himalaia também os minerais atuam coesos gerando benefícios ao organismo. Tem definição a sinergia de interação dos muitos elementos para produção do efeito diferenciado ou superior em relação à soma dos próprios efeitos individuais.

O Sal Rosa Himalaia apresenta quantidade de 84 minerais a incluir cloreto, sódio, potássio, cálcio, fósforo, enxofre, iodo, magnésio, ferro, cromo, boro, manganês, cobre, selênio, molibdênio, carbono, platina, zinco.

Por causa desta diversidade dos minerais, o mesmo é determinado mais saudável comparando com sal de mesa regular, formado apenas pelo sódio e cloro, com acréscimo do iodo e substâncias químicas, sendo exemplo aluminossilicato e ferrocianeto de sódio, agentes antiaglomerantes.

Quais São os Benefícios do Sal Rosa Himalaia?

O sal se caracteriza nutriente essencial para vida. A importância se mostra tão enorme que “salário” surge do “sal”, já que os romanos recebiam o pagamento através de sacos pequenos de sal, e os exploradores europeus faziam troca de ouro pelo sal.

O oceano interior do organismo se mostra salgado, e na ausência do sal, incontáveis reações químicas que conferem suporte para função enzimática, produção dos hormônios, geração da energia, transporte das proteínas, e vários mais processos bioquímicos, apenas não têm funcionamento. São alguns exemplos:

  • Age em equilíbrio hidroeletrolítico e é responsável por estabilizar pH do corpo, acidez/alcalinidade.
  • Forma o plasma sanguíneo, fluído extracelular, fluído linfático, e o líquido amniótico.
  • Favorece para regulação da pressão arterial.
  • Atua em desenvolvimento das células gliais no cérebro, com responsabilidade por capacidade de planejar e pensamento criativo.
  • Transporta os nutrientes e água para interior e exterior das células.
  • Auxilia o cérebro a se comunicar com músculos e a fazer comando de movimentos.

Quantidade Inferior de Sódio por Porção

É superior a estrutura de cristais do Sal Rosa Himalaia, possui maior volume, e desta maneira, esse sal apresenta menos sódio por porção, em comparação com os altamente refinados grãos do sal regular.

O sal rosa possui 85% do cloreto de sódio, e 15% compostos por mais minerais. Já o sal refinado possui 97.5% do cloreto de sódio, 2.5% dos produtos químicos, sendo exemplo os absorventes da umidade e os agentes clareadores. E, durante o processamento, o sal é seco submetido a mais de 650 graus centígrados, e tal calor em excesso muda a própria estrutura natural.

7 Benefícios do Sal Rosa do Himalaia para Saúde

1 – Alivia a Dor

Um banho quente infundido com Sal Rosa Himalaia é bom para relaxar músculos em tensão. O magnésio e alguns outros minerais encontrados no sal rosa do Himalaia absorvem através da pele para ajudar a curar o músculo danificado e outros tecidos flexíveis. Os minerais no sal rosa do Himalaia também funcionam para fortificar ossos, pele e tecidos conjuntivos que podem contribuir em relação à dor corporal em outras formas.

2 – Detox

Quando o sal rosa do Himalaia é adicionado a um banho de água morna, não apenas oferece nutrientes muito necessários para o corpo. O Sal Rosa Himalaia funciona como um poderoso desintoxicante.

Quando dissolvido na água, o sal rosa do Himalaia se torna uma solução iônica que ajuda a extrair as toxinas da pele e tecidos adiposos. Esse processo combinado com a infusão mineral de cura oferecida pelo sal rosa do Himalaia embebido gerará a sensação de refresco e energizado.

3 – Purifica o Ar

Não apenas o sal rosa do Himalaia desintoxica o corpo, é possível também usá-lo para limpar o ar respirado. Trata-se de uma grande lâmpada de cristal rosa grossa, na mesa.
Este item decorativo de luz é na realidade feito de sal rosa do Himalaia, que atua como um purificador natural do ar, por puxar a umidade do ambiente circundante para o sal. O calor da lâmpada rapidamente evapora a água de volta ao ar, mas quaisquer toxinas que foram anteriormente carregadas na umidade do ciclo são deixadas para trás, presas nos íons de sal.

4 – Reduz a Pressão Arterial

Por causa de seu alto teor de sódio, dizer que sal do Himalaia tem a capacidade de reduzir a pressão arterial torna muita gente cética. Quando o sal rosa do Himalaia natural é usado em vez de, mas não mais do que, o sal de mesa processado, o corpo realmente tem um período mais fácil processando os minerais.

O sistema não precisará de tanta água para limpar o excesso do sódio, portanto, não reterá tanta água, e o corpo não terá que trabalhar tanto. Lembrar-se que o natural é sempre melhor do que processado, e o mesmo vale para o sal.

5 – Melhora a Digestão

Os nutrientes no sal rosa do Himalaia podem realmente aumentar a capacidade do trato gastrointestinal para absorver outros nutrientes. Por esta razão, trocar o sal de mesa pelo rosa do Himalaia ajudará a melhor digerir o alimento. A melhor digestão significa que a pessoa sentirá menos fome, que especialmente para aqueles desejando perder peso a cada semana, é muito bom.

Leia também: Maca Peruana funciona?

6 – Equilibra o pH, Reduz o Refluxo Ácido

O pH desequilibrado é um problema para muitas pessoas que pode levar a todos os tipos de problemas de saúde, desde a imunodeficiência e perda da densidade óssea para cálculos renais e ganho de peso.

É possível testar o pH do corpo usando tiras de teste. A urina deve ter um pH em torno de 6.5 com isso sendo menor pela manhã e ligeiramente maior de tarde. O pH da saliva deve se manter entre 6.5 e 7.5 ao longo do dia.

A maioria das pessoas com um desequilíbrio de pH tendem para a acidez, e podem reverter o problema com muita facilidade, por beber água especial feita com sal rosa do Himalaia.
Como nota, devido a sua alcalinidade, a água especial feita com sal rosa do Himalaia pode também ser usada como um antiácido. Basta misturar cerca de uma colher de chá em um copo de água em temperatura ambiente e beber para neutralizar o excesso de ácido estomacal.

7 – Fortalece o Corpo

Muitos dos minerais encontrados no sal rosa do Himalaia são também vitais para o corpo humano a manter os ossos fortes e tecidos conjuntivos, assim como regeneração muscular adequada e circulação do sangue.
Se for propenso para artrite, ossos quebrados, ou mesmo fadiga mental, o uso regular do sal rosa do Himalaia para temperar o alimento pode ser apenas o que necessita para que o corpo retorne a ser saudável.

Leia também: Morosil para que serve, emagrece, como tomar, preço e onde comprar

Consumo e Dosagem do Sal Rosa Himalaia

O sal se resume essencial ao organismo das pessoas, desde que utilizado em correta dose. De modo óbvio, a ingestão excessiva não é saudável. De acordo com a Organização Mundial de Saúde, recomenda-se diariamente o sal para adulto, em quantidade de até 6 gramas, o mesmo que uma colher de chá cheia.

Isso tem valia para qualquer espécie de sal. O sal é capaz de melhorar o sabor na alimentação, no entanto, a sua utilização excessiva vai prejudicar o paladar e termina gerando desajuste em dose adequada para tempero do prato. Várias pessoas apresentam o hábito péssimo de utilizar saleiro anteriormente mesmo a provar o alimento.

Quando existe ingestão excessiva do sal pode acontecer inchaço, retenção hídrica, mudança na pressão arterial (nos indivíduos sensíveis ao sódio). Ter cautela para não diminuir por demais o consumo do sal.

Vários estudos têm apontado que o sódio se caracteriza essencial na vida saudável, e o retirar da dieta ou diminuir de modo drástico a sua ingestão pode apresentar mais efeitos prejudiciais do que abusar do sal.

Os níveis do sódio de modo consistente baixos podem favorecer a resistência para insulina e elevar nível dos triglicerídeos, com uma elevação em risco da enfermidade cardíaca, diabetes tipo 2, e doença hepática.

O baixo teor do sódio em dieta vai atingir em especial os idosos, que geralmente seguem recomendação médica de restringir a ingestão do sal. Eles possuem tendência maior a ter sintomas da hiponatremia, taxas baixas do sódio em sangue, sintomas estes que se confundem em relação aos visíveis em envelhecimento, a fraqueza muscular, fadiga, falta do equilíbrio e confusão mental.

Sal É Essencial

Já que o sal se mostra essencial, o ideal é ingerir o sal que se apresente rico em todos os minerais. No lugar da opção refinada, a dica é dar preferência para Sal Rosa Himalaia, um sal integral oferecendo todos os nutrientes com presença em oceano.

Existem mais sais ricos, além do sal rosa, sendo exemplo o sal negro do Havaí, sulfuroso e vulcânico. Ainda o sal cinza ou sal celta, flor de sal com sabor delicado, e as versões em mistura com algas e fitoplâncton.

Fazer investimento do sal de qualidade acrescenta valor para a própria saúde. Em pesquisa online feita em setembro de 2017, o produto Sal Rosa do Himalaia, 1 kg, apresentou preço promocional de R$ 23.50 (Americanas).

Sobre Rodrigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *